Oração para tudo que diz respeito à salvação

Creio, Senhor, espero, amo, arrependo-me; dai-me porém fé mais firme,
esperança mais segura, amor mais ardente, pesar mais profundo.

Eu Vos adoro, Primeiro Princípio; eu Vos desejo, Fim último; eu Vos louvo, Benfeitor Perpétuo; eu Vos invoco, Propício Defensor.

Seja minha luz vossa sabedoria, minha regra vossa justiça, meu consolo vossa clemência, meu amparo vossa onipotência.

Sejam, Senhor, meus pensamentos só em Vós, meus discursos só de Vós, meus atos conformes a Vós, minhas penas sofridas por Vós.

Quero o que Vós quereis, porque quereis, como quereis, enquanto quereis.

Rogo-vos, Senhor: Alumiai-me o entendimento, incendiai-me a vontade, purificai-me o corpo, santificai-me a alma. Não me eive a soberba,

não me entre a lisonja, não me engane o mundo, não me enrede Satanás.

Venha-me vossa graça limpar a memória, refrear a língua, guardar os olhos, conter os sentidos.

Fazei-me chorar os pecados passados, repelir as futuras tentações, reprimir as más inclinações, praticar as necessárias virtudes.

Concedei-me, Deus de bondade, o amor a Vós, o ódio a mim, o zelo pelo próximo, o desprezo do mundo.

Proponho-me obedecer aos superiores, ajudar aos inferiores, cuidar dos amigos, perdoar os inimigos.

Lembrarei, Senhor Jesus, vossa ordem e exemplo para amar os inimigos, sofrer as injúrias, fazer bem aos que me perseguem, orar pelos que me detratem.

Fazei-me moderar os sentidos com a austeridade, a avareza com a esmola, a ira com a brandura, a tibieza com a devoção.

Tornai-me prudente nas empresas, constante nos perigos, paciente na desgraça, reportado na prosperidade.

Fazei-me, Senhor, atento na oração, sóbrio no alimento, diligente nas obrigações, firme nos propósitos.

Seja meu cuidado a pureza do coração, a modéstia exterior, o trato edificante, a vida regular.

Fazei-me domar a natureza, aproveitar a graça, observar a Lei, merecer a salvação.

Espero santificar-me com sincera confissão, comunhão fervorosa, contínuo recolhimento e pureza de intenção.

Ensinai-me, Senhor, quão pequeno é o que é da Terra, quão grande o que é de Deus, quão breve o tempo, quão dilatada a eternidade.

Concedei-me que me prepare para a morte, tema o Juízo, escape do inferno, entre no Paraíso.

Por Cristo Senhor nosso. Amem.
(São Tomás de Aquino) / Fonte: Boletim Sagrado Coração

Email Envie Oração para tudo que diz respeito à salvação para seus amigos

Com a tag |

Ato de desagravo ao Sagrado Coração de Jesus

(Rezado nas primeiras sextas-feiras de cada mês)

Dulcíssimo Jesus, cuja infinita caridade para com os homens é deles tão ingratamente correspondida com esquecimentos, friezas e desprezos, eis-nos aqui prostrados, diante do vosso altar, para vos desagravarmos, com especiais homenagens, da insensibilidade tão insensata e das nefandas injúrias com que é de toda parte alvejado o vosso dulcíssimo Coração.

Reconhecendo, porém, com a mais profunda dor, que também nós, mais de uma vez, cometemos as mesmas indignidades, para nós, em primeiro lugar, imploramos a vossa misericórdia, prontos a expiar não só! as próprias culpas, senão também as daqueles que, errando longe do caminho da salvação, ou se obstinam na sua infidelidade, não vos querendo como pastor e guia, ou, conculcando as promessas do batismo, sacudiram o suavíssimo jugo da vossa santa Lei.

De todos estes tão deploráveis crimes, Senhor, queremos nós hoje desagravar-vos, mas particularmente da licenças dos costumes e imodéstias do vestido, de tantos laços de corrupção armados à inocência, da violação dos dias santificados, das execrandas blasfêmias contra vós e vossos santos, dos insultos ao vosso vigário e a todo o vosso clero, do desprezo e das horrendas e sacrílegas profanações do Sacramento do divino Amor, e enfim, dos atentados e rebeldias oficiais das nações contra os direitos e o magistério da vossa Igreja.

Oh, se pudéssemos lavar com o próprio sangue tantas iniqüidades!

Entretanto, para reparar a honra divina ultrajada, vos oferecemos, juntamente com os merecimentos da Virgem Mãe, de todos os santos e almas piedosas, aquela infinita satisfação que vós oferecestes ao Eterno Pai sobre a cruz, e que não cessais de renovar todos os dias sobre os nossos altares.

Ajudai-nos, Senhor, com o auxílio da vossa graça, para que possamos, como é nosso firme propósito, com a viveza da fé, com a pureza dos costumes, com a fiel observância da lei e caridade evangélicas, reparar todos os pecados cometidos por nós e por nossos próximos, impedir por todos os meios novas injúrias à vossa divina Majestade e atrair ao vosso serviço o maior número de almas possível.

Recebei, oh! benigníssimo Jesus, pelas mãos de Maria Santíssima Reparadora, a espontânea homenagem deste nosso desagravo, e concedei-nos a grande graça de perseverarmos constantes até a morte no fiel cumprimento dos nossos deveres e no vosso santo serviço, para que possamos chegar todos à Pátria bem-aventurada, onde vós, com o Pai e o Espírito Santo, viveis e reinais, Deus, por todos os séculos dos séculos. Assim seja

Email Envie Ato de desagravo ao Sagrado Coração de Jesus para seus amigos

Oração: Comunhão espiritual com Nosso Senhor Jesus Cristo

Vinde, Senhor, vinde, colocai-vos no meu coração: cerrai-lhe a porta para sempre, para que nele não entre mais criatura alguma para participar do amor que vos devo. No vosso coração recebei-me, vós também, ó meu Jesus, e aí abrasai-me no vosso santo amor.

Ah! Quando virá o dia em que ficarei livre do perigo de perder-vos, e serei consumido de amor à vossa beleza infinita, que hei de ver sem véu e me porá na necessidade de vos amar! Ó doce necessidade, ó amável, ó desejável necessidade, quem me livrará de todo o temor de desagradar ao meu Bem-amado, e me obrigará a amá-lo com todas as minhas forças!

A consciência me assusta e diz: “Como ousas tu pretender o paraíso? Mas os vossos merecimentos, ó meu divino Redentor, são minha esperança.

Extraído do livro: As mais belas orações de Santo Afonso.

Email Envie Oração: Comunhão espiritual com Nosso Senhor Jesus Cristo para seus amigos

Com a tag , |